quarta-feira, 8 de julho de 2015

Grátis em Londres


Um passeio no Tamisa

Londres é uma cidades mais caras da Europa. Sentar num restaurante significa preparar a carteira para uma surpresa, a maioria dos espetáculos são caros, as entradas nos monumentos também não são baratas. No entanto, é um dos destinos mais populares e, garantidamente, pode-se fazer uma pequena estadia na capital inglesa sem grandes gastos, já que há imensas coisas interessantes que se podem fazer gratuitamente.
Para começar, a maioria dos monumentos londrinos são cénicos, isto é, são mais bonitos de apreciar de fora. É o caso da famosa London Bridge, ou do Big Ben. A Torre de Londres merece bem uma visita, especialmente se tiver a sorte de apanhar um beefeater bem humorado como guia. Mas, se não lhe apetecer pagar a entrada ou estar na fila para adquirir o bilhete, faça uma ronda pela Torre. Há frequentemente espetáculos e reconstituições históricas junto aos fossos que valem igualmente a pena.
Os parques de Londres são muito agradáveis e tranquilos. Observe os esquilos, bordeje a Serpentine e passe pelo Speaker's Corner, no Hyde Park, estenda-se num cadeirão de lona no St. James Park, a aproveitar alguns raios de sol. São todos de entrada gratuita.
Já que passeia pelo St. James Park, tente assistir ao Render da Guarda frente ao Palácio de Buckingham. É um dos grandes espetáculos londrinos e é gratuito. Mas encha-se de paciência e chegue cedo, porque os espetadores são muitos.
As ruas são públicas, certo? E algumas valem bem o passeio: Oxford Street, Abbey Road (já agora aproveite e tire uma fotografia igual à dos Beatles, na mesma passadeira), Piccadilly Circus, Trafalgar Square... Também há alguns mercados de rua que merecem uma voltinha com calma, como o Portobello Market, já para não falar das grandes lojas, como o Harrod's. Fazer compras é facultativo...
Ir a Londres e não apreciar o seu enorme acervo cultural é impensável. E não é necessário, já que os melhores museus de Londres são de entrada gratuita. A lista é enorme: Museu Britânico; Tate Modern; Museu de História Natural; Museu de Londres; National Gallery; Victoria and Albert Museum; Science Museum... Das múmias egípcias aos frisos do Partenon, das pinturas de Turner ao esqueleto do T-Rex, pode apreciar tudo isto gratuitamente!
Para terminar em beleza, porque não um passeio ao longo do rio Tamisa, até Greenwich? Se não quiser ir em cruzeiro, pelo rio, há autocarros que fazem a ligação. A pequena cidade de Greenwich é encantadora. Podemos apreciar o grande veleiro Cutty Sark e visitar o Observatório Astronómico. A entrada no Observatório é paga, mas todo o restante espaço do complexo é de entrada livre. Os relvados são belíssimos, a vista é fantástica, e tirar uma fotografia com um pé em cada lado do Meridiano de Greenwich é sempre uma experiência especial!

O Meridiano de Greenwich

Diana de Poitiers, Chenonceau e os outros castelos do Loire

Entrada do Castelo de Chenonceau Falar do Vale do Loire remete-nos de uma forma quase imediata para os Castelos do Loire. Não conheço ...