sexta-feira, 8 de maio de 2015

Para Comer - O Carrossel


De vez em quando, há um restaurante que nos tira do sério, pela qualidade dos pratos, pela simpatia, pelo inesperado... Foi exatamente o que aconteceu com o Restaurante Carrossel, em Cova - Gala, perto da Figueira da Foz, do outro lado do Mondego.

Se não fossemos avisados, nada nos faria entrar ali. O aspeto exterior é absolutamente comum. Mas é um engano, já que nada lá dentro é comum, pelo contrário. 
O dono desvendou-nos um pouco da história do Carrossel, um pequeno restaurante que ganhou fama com os desvelos culinários da mãe, que sabia como ninguém preparar e cozinhar o que o pai, pescador, trazia do mar. E assim nos são apresentados esses pratos, frutos de uma sabedoria antiga. Alguns têm nomes compreensíveis, como Búzios de Feijoada, ou Arroz Marinheiro. Mas depois há outros pratos na ementa, com nomes que precisam de explicação, e que nos remetem para o linguajar popular dos pescadores e das gentes que por aqui viviam. São as Gatas de Pitáu, os Samos Marisqueiros, a Chora de Línguas. Não, não vou dar explicações, há que ir lá para perceber e experimentar. Há receitas centenárias, outras apenas pitorescas. Todas deliciosas. 
O restaurante não é grande, mas o passa-palavra da qualidade do que ali se come torna-o muito visitado, por isso será mais seguro fazer uma marcação prévia. Deixo a ligação para os mais curiosos.


Um passeio pelo Vale do Varosa

O Mosteiro de São João de Tarouca O rio Varosa é um afluente da margem esquerda do rio Douro, que nasce na Serra de Leomil e desagua ...